Início / Regional V / Canindezinho / A despedida de um amigo: Adilson
Adilson na comunidade.

A despedida de um amigo: Adilson

Adilson e Equipe PROVOZ

A festa junina este ano não será mais a mesma, pois ela perdeu um pouco do seu brilho, da sua alegria, das suas risadas junto com um dos maiores escritores e marcadores de quadrilha junina e quadrilheiro que já conhecemos.

A sanfona entoará uma melodia triste, a fogueira com as suas chamas menos intensas, as bandeirinhas não balançarão como de costume, o farfalhar das saias e arrastar das sandálias não terão os mesmos sons. Como será interpretar seus textos, sabendo que o autor não estará ali para assistir as cenas?

A liberdade e a simplicidade que ele tanto gostava, a piscina, a Serra de Aratuba, escrever quadrilhas, ver editais de cultura, bater as unhas na mesa, chamar as pessoas de Verinha… tudo isso fazia parte deste ser tão querido e que deixará saudade e boas recordações no coração de todos que o conheceram, chamado Adilson.

Adilson da Cruz Rolim, 49 anos, formado em pedagogia pela Faculdade Latino Americana (FLATED), torcedor do time do Ceará, pesquisador e articulador do Projeto PROVOZ – a voz de todos, nos deixou de forma inesperada sem que tivéssemos chances de nos despedir de forma adequada.

A morte é muito egoísta, pois ela sabe quando vai levar um ente querido e nunca nos avisa com antecedência.

Ela gosta de nos pregar essa peça, fazendo com que a gente perca alguém querido e ela fique com ele. Porém, quem parte sempre vai para um lugar melhor, vai para o lado do nosso PAI, nos restando apenas nos conformar e lembrar sempre dos momentos bons e das boas recordações que temos.

E ele está lá se recuperando da viagem repentina que fez, tomando banho nas piscinas e cachoeiras do céu, se restabelecendo, para logo depois marcar a quadrilha, tendo como participantes Santo Antônio, São João, São Pedro e São Francisco (porque ele não ia deixar de fora o santo de devoção dele). No arraial do céu, a brincadeira e a diversão vão ser grandes.

Não duvido que ele esteja pedindo uma entrevista com alguém lá de cima para que olhem pelos NUAPs e pelos moradores do Canindezinho, Bom Jardim e outras localidades que se encontram em situação gritante de extrema pobreza e miserável nesta terra. As palavras “gritante”, “verinha” e “companheira” eram as suas marcas, assim como o São João. Cada um guardará uma recordação diferente dele.

O Adilson foi nosso companheiro, pesquisador e articulador do PROVOZ, fazia críticas ao que julgava errado, defendia o direito das pessoas de se fazerem ouvidas e possuía um ótimo senso de humor.

Adilson, aonde estiver vai um recado de todos do PROVOZ: Obrigada por tudo e descanse em paz amigo!!!

Próximo(a) Ant
Adilson e Valsergio do PROVOZ.
Adilson e Valsergio do PROVOZ.
Dia de reunião.
Dia de reunião.
Equipe PROVOZ com o Prefeito Roberto Claudio
Equipe PROVOZ com o Prefeito Roberto Claudio.
Próximo(a) Ant
               

Sobre Carolina Rocha

Técnica em Turismo pela Escola Técnica Federal do Ceará (antiga ETFCE, hoje IFCE). Formada em Secretariado Executivo pela UFC. Estudante de MBA em Assessoria Executiva na Universidade Estácio de Sá. Sou Secretária Executiva do Projeto Provoz desde o seu início em 2013. Minhas áreas de interesse são trabalhar com reciclagem, museus, arte, cultura e inclusão social.

Veja Também

PROVOZ se reúne com o Secretário da Regional V, Ronaldo Nogueira

          No dia 21/03/17, o PROVOZ se reuniu com o Secretário …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *